NOTÍCIAS

 

O Governo, através do Ministério da Indústria, Comércio e Energia, assinou no dia 4 de junho,  no salão Nobre da Câmara Municipal de São Miguel, o contrato de implementação de uma Central Fotovoltaico em Calheta de São Miguel com a Tâmega Energy.

O Governo, através do Ministério da Indústria, Comércio e Energia, assinou no dia 4 de junho,  no salão Nobre da Câmara Municipal de São Miguel, o contrato de implementação de uma Central Fotovoltaico em Calheta de São Miguel com a Tâmega Energy.


No mesmo ato foi assinado o contrato de aquisição de energia entre a Electra S.A. e a Tâmega Energy.

O ato contou com a presença do Primeiro Ministro, Ulisses Correia e Silva, que salientou a importância da Central para a localidade, a região e consequentemente para o país.

“Estamos também a investir e a criar condições técnicas e económicas para que todos tenham acesso ao serviço de eletricidade” disse o Primeiro Ministro no seu discurso de encerramento da assinatura dos contratos. Sendo que a meta é “alcançar uma taxa de cobertura de 100% em 2020” reforçou o PM.

A Central Solar Fotovoltaico tem uma capacidade instalada de 10 MW (Mega-Watt) com cerca de 36.120 painéis solares, ocupando uma área de 26 hectares que ira produzir de 20,5 GWh (Giga Watt-hora) por ano. Ainda, com a central evita-se a emissão de cerca de 11.800 toneladas equivalente de dióxido de carbono (CO2) para a atmosfera.

A central Solar Fotovoltaico em Calheta tem por finalidade a produção de uma energia mais limpa e sustentável, tornando o país menos dependente de combustíveis fosseis.

De referir que a Central Solar Fotovoltaico em Calheta está integrada no Programa Nacional para a Sustentabilidade Energética (PNSE) e de acordo com o Plano Diretor do Setor Eléctrico 2018-2040, com enfoque no desenvolvimento das Energias Renováveis, e ocupa uma área de cerca de 20 hectares.

Contate-nos: 238 2604815   /  energiasrenovaveis.cv@gmail.com  /   Rua do Funchal, CP nº 146/A, ASA, Cidade da Praia. 

© 2019 por GV